Skinny - Pewter City

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Skinny - Pewter City

Mensagem por Eros' em Dom Jun 28, 2015 9:42 am

Relembrando a primeira mensagem :


20:30
Nublado, frio...



A cidade de Pewter tinha uma aparência própria, diferente das demais cidades que já vi, ela era toda polida em pedras, literalmente. As ruas sempre bem iluminadas e limpas, uma segurança reforçada pela patrulha policial noturna, e a população que mesmo na noite gélida saiam para entreter-se com uma boa e velha caminhada. O ar é tão puro aqui... Talvez pelo fato de Pewter não haver polos industriais. Uma coisa que me chamou atenção foi o Museu, estabelecimento tão imponente quanto o ginásio que por sinal estava fechado. Embora curioso, não estava tão disposto assim a explorar o Museu, ainda mais depois de saber o quanto custava a entrada, um absurdo!

-- Pois é, a ciência custa caro hoje em dia...

Fazia muito frio, era pra eu estar num quarto bem quente e aconchegante no Centro Pokémon, aproveitar enquanto há vagas disponíveis, contudo, se eu quisesse ser un especialista nos tipo Dark eu teria que começar pelo básico, que é justamente me adaptando aos horários deles. Estes pokémon possuem hábitos noturnos, logo tenho que 'caçá-los' à noite, né non? Bom, eu ainda não sou profissional nisso, estou apenas começando. Vencendo o frio e passando pelas ruas mais estreitas com olhares em alertas para qualquer tipo de coisa, e... Nada. Ah claro, até parece que pokémon como estes estariam aqui num espaço urbano. GÊNIO! Desisti da procura e tomei o caminho de volta para o PokéCentro.
avatar
Eros'
Monotrainer Dark
Monotrainer Dark

Mensagens : 946
Poké Points : 449
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Skinny - Pewter City

Mensagem por Eros' em Qua Ago 12, 2015 8:39 pm

Skinny pegava a sua Pokegear e registrava o contato da moça também. Por hora ele queria evitar comunicar-se para não agravar ainda mais aquela "Torta de climão". Por fim, agradeceu a Felícia pela informação e foi direto para o Museu para averiguar.

No caminho lembrou-se que fazia planos de ir ao Museu inicialmente, até topar com uma taxa salgada de entrada.

-- Merda! Espero que o Kurt esteja acessível. Não quero ter que pagar nada não! Azá!
Amiga, preciso que vc me diga a partir de que momento devo fzr o post dos dois meses, beleza?
avatar
Eros'
Monotrainer Dark
Monotrainer Dark

Mensagens : 946
Poké Points : 449
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Skinny - Pewter City

Mensagem por Hummingbird em Qua Ago 12, 2015 9:03 pm


Narração



17:30 - Tarde


O garoto então registrou o contato de Felícia mas não insistiu em permanecer ao lado da garota por mais tempo. Ela mesma parecia querer fugir daquela situação, então, quando um não quer, dois não fazem. Felícia foi embora então, resolver suas pendências.

Skinny decidiu seguir seu rumo, buscando por Kurt, que segundo a informação recebida, estaria no museu. A única coisa ruim nisso tudo era o preço de entrada do Museu, uma taxa nem um pouco acessível para a maioria. Por sorte, contudo, o garoto encontrou quem procurava bem na porta do grande edifício. Este o qual também ofereceu pagar sua entrada, para que conversassem melhor lá dentro, observando o estimado trabalho dos pesquisadores, além daquelas obras de arte tão aclamadas, conhecidas como fósseis pokemon.

* Pode fazer o seu post agora. Não vai gastar dinheiro pra entrar no museu, mas também não vai estar lá dentro efetivamente. Entende? É só parte da história, nada mais.

avatar
Hummingbird
Administrador
Administrador

Mensagens : 1518
Poké Points : 499
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Skinny - Pewter City

Mensagem por Eros' em Qui Ago 13, 2015 12:14 pm

"Kurt e Skinny passaram um tempo no Museu apreciando a exposição, minutos depois sairam de lá conversando sobre as experiências de ambas as partes. Trevor mostrou-se interessado pelo trabalho de Kurt o que possibilitou a ele um convite maravilhoso, mas que custaria uma breve pausa em sua jornada. Kurt convidou a ser seu aprendiz por pouco de dois meses. Uma proposta irrecusável, Trevor não precisou pensar duas vezes."




Neste período de dois meses, Trevor aposentou-se das batalhas pokémon e passou a focar no seu próprio aprimoramento. Ao lado de Kurt o jovem pode aprender sobre as técnicas de confecção das Pokéball a partir dos frutos denominados Apricorn. Eram muitos tipos e diversas combinações que resultavam em sortidos produtos finais. Trevor sempre foi ligado a engenharia, passou todo esse tempo se dedicando ao concerto de máquinas nas quais só um exímio engenheiro poderia lidar! Desde pequeno possui um faro afinado pra esse tipo de coisa, uma criança super dotada talvez... Ou só a influência dos seus pais cientistas.

O velho Kurt poderia parecer durão, mas tinha um ótimo coração. Orgulhou-se ao ver que Skinny estava disposto a aprender tudo o que podia ser passado, geralmente não é um dos assuntos mais agradaveis ao público, então é de encher os olhos quando se encontra alguém disposto a aprender. Passaram longos dias estudando sobre os tipos de Apricorn, os frutos eram de difícil cultivo, alguns chegavam a passar meses para brotar, outros brotavam aos montes em segundos. Existem também as Apricorns mais raras e as mais comuns, enfim, todas elas derivam numa formidável e especial Pokéball! Falando nisso, as combinações de tipos são tão complicadas que dois meses não seriam o suficiente para Skinny sintetizar tudo.

Ok, mas nem tudo é trabalho, né non? Neste meio tempo o monotreinador também parou para cuidar de si. Tomou como lição de vida a forma como as Apricorns são produzidas. Um material tão rústico pode se tornar algo indispensável na vida de um treinador.

-- Hora de amadurecer também, Trevor! -- Assentiu.

Começou a frequentar academias(As mais rígidas por sinal, em Pewter chegavam a treinar com Pokémon de Pedra). Cortou o cabelo, livrou-se do antigo modo de se vestir, adotando um visual mais moderno ao invés daquele traje de mecânico mesclado ao nerd. Constantemente era visto numa biblioteca lendo sobre os Tipo Dark, descobrindo mais sobre a sua preferência. Conforme o,tempo passava, os resultados do seu treinamento tornavam-se visíveis. Trevor já podia ser visto com um corpo mais atlético, bem vestido, e isso despertava os mais diversos tipos de olhares, desde os tímidos aos mais ousados, seja de mulheres ou de homens(Ao que parece Skinny não se importa mais a quem ele desperta interesse).

Bom, corpo e mente estavam sendo trabalhados, e embora ele tenha pausado suas experiências em batalhas, seu time não ficava para trás! Com Kurt ele pode aprender a fazer algumas técnicas de engenharia avulsas à fabricação de Pokeball, tal como confecção de pequenos itens que podem vir a ser úteis numa jornada, e o principal: O uso das Bases Secretas! Isso mesmo! Com a colaboração do seu próprio time Skinny era capaz de criar bases secretas que nada mais são do que lugares feitos a partir das habilidades dos pokémon para que o treinador possa se abrigar, geralmente são locais camuflados.

Desde então passou a treinar a sua equipe de um modo diferente. Os treinamentos envolviam o aprimoramento das capacidades perceptivas deles, força, velocidade, defesa e êxito. Nessa altura do campeonato Sun a Larvesta já conseguia produzir fios de seda bem resistentes, e ter uma ótima pontaria. Sableye já manipulava melhor o Rock Tomb e também controlava seus instintos, embora necessitasse de uma prenda pra isso; Scraggy era o único que se recusava a treinar muito, dizia-se experiente o bastante. Agora o que mais despertou a curiosidade de Skinny foi o Inkay, ele parecia ficar mais esperto, ocasionalmente realizava proezas tão inesperadas que eram incapaz de serem aceitas pelo seu treinador. Estava claro que a lula entrava num período de crescimento intelectual. Interessante, mas assombroso...

Por fim, esses dois meses foram bastante proveitosos para o treinador. Serviu para que ele evoluísse e conhecesse mais sobre si mesmo e suas capacidades. Kurt estava mais do que orgulhoso em ter formado um aprendiz tão determinado! Já podia retornar a Johto com o sentimento de dever cumprido. A despedida com toda certeza não foi um 'adeus', e sim um até logo. Trevor aproveitou para registrar o número de Kurt a sua PokeGear para que mantivessem contato. Enfim, com seus objetivos findados, o rapaz finalmente sentiu que já estava mais do que pronto para retornar a sua jornada ao longo dos desafios aos ginásios rumo a liga pokémon. Mas será que nesses dois meses novos objetivos surgiram na mente dele? É o que vamos descobrir...
Amiga, espero ter ficado bom o post. Não prolongay pq o teclado do cel fica lento, scrr. Enfim, acredito que tenha ficado sucinto. Enviei as novas informações da ficha por MP. Estou pronta para sair de Piute, e nesses dois meses ele passou no PokeCentro e talz, considere a equipe revigorada :oier: Ok? Bjos me liga.
avatar
Eros'
Monotrainer Dark
Monotrainer Dark

Mensagens : 946
Poké Points : 449
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Skinny - Pewter City

Mensagem por Hummingbird em Qui Ago 13, 2015 6:28 pm


Narração




* Achei desnecessário narrar visto que eu só repetiria tudo que você descreveu, sendo assim, só venho por meio deste post dizer que foi tudo aceito.

Tópico Bloqueado

* Pode criar seu novo tópico na route 03.

avatar
Hummingbird
Administrador
Administrador

Mensagens : 1518
Poké Points : 499
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Skinny - Pewter City

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum