#Chapter 10 - Estefan

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

#Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Dom Ago 09, 2015 4:34 pm

O frio ali era intenso. Não pude evitar de retirar uma blusa branca de minha mochila e a vestir. Sabia que Chase também sentia frio, mas ele sequer demonstrava. Estava mais do que acostumado a passar uma impressão de força e resistência. Era um exímio policial afinal.

Com as rajadas de vento fazendo meus cabelos loiros dançarem, iniciamos a exploração daquela grande rota rumo a Lavender.

— Esse lugar é mesmo extenso. Temos de tomar cuidado, principalmente com os céus.

Meu parceiro concordou. Arrumou o cap em sua cabeça, este que vez ou outra queria ser levado pelos ventos, e assim prosseguimos andando.
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Dom Ago 09, 2015 6:52 pm

Narração
Clima: Extremamente frio, nevando. | Post: 01.
08:07 AM

Estefan assim que entrou na Rota já sentiu a temperatura cair de uma maneira incrível. Quer dizer, não era tão nefasto assim, mas os picos das montanhas eram inteiramente cobertos de neve, e ainda assim, nevava, mesmo que fraco. O chão era parcialmente coberto com algumas bolsas daquilo, e Chase se mantinha resistente apesar de tudo.

Não tardou para que uma ligação interrompesse qualquer que fosse seus pensamentos...

— Saudações, Grunt Estefan. Vejo que chegou na Rota 09, detectamos o sinal dos Rockets aí pelo sistema acoplado a eles. Provavelmente estão esperando a poeira baixar para seguirem ao Rock Tunnel junto dos vários Pokémon que roubaram, malditos. Pegue-os, em nome da polícia! E com aquilo, a missão estava provavelmente dada.

A neve continuou a cair de maneira sublime, calma e serena. O Buizel esperava seu criador dizer algo, bem atento. Eram tantas montanhas, tantas passagens secretas que aqueles asquerosos Rockets poderiam seguir... Seus pensamentos foram interrompidos quando uma voz rouca e grave ecoou vindo mais a frente,

— Um policial? Era completamente coberto por um tipo de manta marrom provavelmente de couro, segurava as rédeas de um Pokémon grande e corcunda, com um pelo amarronzado e que cobria seus olhos. Ele parecia fareijar o solo... — Creio que esteja envolvido com a invasão daqueles Rockets na minha base. Pode me ajudar? Mantinha-se sério.

Resgate nas Cordilheiras
(Missão de 2 Estrelas)
Descrição: Invadir o esconderijo dos Rockets na Rota 09 e resgatar os Pokémon roubados.

att @ sa!




avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Dom Ago 09, 2015 7:47 pm

Invadir uma base secreta? Isso sim seria difícil e perigoso. Quantos Rocket's estariam abrigados lá dentro? Isso é claro, contando com o fato de que eu conseguisse os achar em meio aquelas montanhas e picos tão extensos.  

Estava pensando em pegar o PokéRadar e liga-lo. Usaria o aparelho para detectar a possível concentração dos selvagens roubados - caso não estivessem capturados de fato - e assim tentar achar a localização do esconderijo, mas fui surpreendido. Um homem sério, montado numa criatura um tanto estranha, aparecera. Acabou revelando que a base invadida era na verdade dele, e até mesmo pediu minha ajuda na situação. 

— É claro! Acabo de ser informado sobre essa base e ia começar a procura-la agora mesmo. Que bom que apareceu.

Chase estudava o homem com um olhar estranho. Estaria desconfiado? Bem, confiar em um estranho assim tão de repente não era a coisa certa a se fazer realmente, mas era nossa única opção. Olhei para o Buizel por um breve segundo, querendo dizer que entendia o que ele estava pensando. Este pareceu mais confortado, mas sabia que a todo momento manteria-se atento durante o percurso que iriamos fazer.

Durante o mesmo, usaria a Pokédex para saber sobre o nome daquele estranho pokémon que o homem usava.

— Quando quiser, podemos ir.
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Dom Ago 09, 2015 8:52 pm

Narração
Clima: Extremamente frio, nevando. | Post: 02.
08:10 AM



Piloswine
"Piloswine is covered by a thick coat of long hair that enables it to endure the freezing cold. This Pokémon uses its tusks to dig up food that has been buried under ice."

— Muito bem... Siga comigo, acho que posso esclarecer algumas coisas. O homem buscou dentro de sua manta algo, e então depois de um tempo retirou. Uma Poké Ball pequena, ainda compactada. Lançou-lhe em campo e liberou um segundo Piloswine, do mesmo tamanho, praticamente sem nenhuma diferença. Convidou Estefan a subir.

Depois de hesitar um pouco, o loiro aceitou. Montou nas costas daquele Piloswine e teve de retornar Chase. Sentiu a pelugem macia daquela criatura lhe aquecer por um instante. Era sua habilidade Thick Fat que lhe mantinha assim.

Seguiram em frente; os Piloswine não eram muito rápidos, mas tinham uma ótima maneira de afastar o calor de quem estivesse montado neles. Conversaram um pouco sobre a Rota atual, e quando Estefan percebeu, já estavam subindo uma trilha rochosa que fazia todo um contorno ao redor de uma montanha bem alta.

— Creio que esteja querendo saber mais sobre meu esconderijo, certo? Perguntou o desconhecido. — Bem, eu moro nessa rota há um bom tempo, treino aqui com meus Pokémon. Mas faz menos de uma semana em que aqueles homens de preto invadiram minha base secreta e me tiraram de lá. Consegue acreditar nisso? Resmungava.

A subida ficava cada vez mais íngrime, a neve caía cada vez mais freneticamente...

— Eu tinha alguns Pokémon lá também, mas infelizmente foram pegos. Só me sobrou esses dois Piloswine; desde então, tenho procurado os treinadores que passam por aqui para me ajudar. Foi então que, assim que o Piloswine que carregava o homem misterioso deu um passo, o chão pareceu ceder. Um buraco completamente arquitetado, uma visível armadilha!

Por sorte, conseguiu recuar a tempo com a criatura, e não caiu no buraco feito. Praguejou.

— Merda! Piloswine, daquela maneira que lhe ensinei. O Pokémon terrestre evocou algumas rochas com o uso de Ancient Power e montou algo parecido com uma ponte a frente, ligando as partes da trilha separadas pelo buraco imenso. Como se não bastasse, deu uma longa baforada de Powder Snow, congelando rocha por rocha, até formar uma ponte improvisada.

E assim, seguiram por um bom tempo... Estefan estava livre pra fazer perguntas.

— Ah, e meu nome é Romero. Apresentou-se.

att @ sa!




avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Ter Ago 11, 2015 12:38 am

Havia entendido bem o que ocorrera, após a explicação de Romero. Seus pokémon nos levavam não muito rápido em direção a sua antiga base secreta, enquanto conversávamos. Os pelos daquele Piloswine mantinham-me bem aquecido; sem dúvidas um ótimo meio de transporte para aquele terreno que desbravávamos. Acabei contando meu nome e um pouco do que me levou até ali, como ter encontrado a Rocket antes de Cerulean e aos poucos ia vendo o homem com olhos diferentes. Não mais acreditava que ele pudesse oferecer algum perigo.

Quando aquele armadilha foi revelada, só reconfirmei sua lealdade e também que tudo seria muito perigoso a partir dali. Os Rocket's não estavam de brincadeira. Talvez até mesmo fossem Grunt's mais poderosos dos que eu enfrentara anteriormente, e é claro, haviam líderes. Tatty acabara revelando essa parte após ter seu olho perfurado pelo pássaro da Jenny, coisa que eu preferia não lembrar por um longo tempo. 

— Você consegue se lembrar se algum desses homens tinha algum detalhe mais marcante? Como eram suas aparências... Qualquer coisa pode ser útil.

Na verdade só queria ter certeza de que meus pais não estariam lá. Torcia internamente para que ele não citasse um casal de loiros, um com olhos vermelhos e outro com olhos azuis.
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Qua Ago 12, 2015 7:33 pm

Narração
Clima: Extremamente frio, nevando. | Post: 03.
08:13 AM

Estefan estava com medo de acabar encontrando com seus pais durante a missão. Romero notou algo de diferente por trás daquilo... Receio, talvez? Ainda assim, manteve-se em silêncio enquanto os Piloswines faziam o trabalho de carregarem-nos até o topo daquela montanha. Depois de bastante pensar e se lembrar do dia, falou:

— Na verdade, todos eles usam os trajes normais de Rockets... Tudo bem que alguns optam por formas alternativas de usar o traje, mas não deixam de vestí-lo. Mas o que mais me deu medo, foi aquele homem; cabelos loiros, um manto de penas rosas e um sorriso sarcástico. Sempre rodeado de suas abelhas. Disse aquilo, e o loiro logo lembrou-se de Atup.

Será que ele estaria lá afinal?

— Mas ele não ficou por muito tempo, só pareceu averiguar o meu esconderijo para tomá-lo de mim, tsc. Resmungou.

Agora a neve se tornava mais violenta, tal como os fortes ventos gélidos de tremer os ossos. O caminho não teve mais nenhuma interrupção... Viram alguns Pokémon ali ou aqui selvagens se escondendo, mas nada que fosse realmente um perigo ou uma segunda armadilha.

[...]


Imagem meramente ilustrativa.

E finalmente, no topo!

Era um vasto local plano coberto de neve. Uma sublime névoa se encontrava por ali, e no centro daquele local uma gruta com uma grande entrada. Romero e Estefan se escondiam atrás de uma grandiosa rocha, podiam ver uma dupla de Rockets na entrada que se envolviam num manto preto com um "R" avermelhado no peito. Dois Pokémon flutuantes rondavam a região.

— Aquele louco das neves já deve ter morrido de frio a um momento desses. Comentou o homem da esquerda.

— T-T-Tem ra-razão. Comandante disse que partiremos amanhã ao anoitecer... Assim conseguiremos com-com-completar a missão. O outro era um gago, vez ou outra ria e se engasgava com a própria risada e gagueira.

— Não tem jeito, teremos que entrar fazendo do jeito cabeça-dura... Tudo bem pra você? Perguntou Romero. Dependendo da resposta de Estefan, este sairia de trás da rocha e daria uma ordem a seus Piloswine: — Usem Icy Wind!

att @ sa!




avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Qui Ago 13, 2015 1:00 am

Atup? Não, não podia ser... As memórias daquela tarde na Viridian Forest vieram a minha mente de imediato. O zumbido dos Combee, o modo sarcástico como ele falava... Lembrava exatamente do medo que sentira quando nos encontramos. Torcia para que uma segunda reunião entre nós não acontecesse ali.

Tentei permanecer focado apesar de tudo enquanto aquela dupla de Piloswine ainda nos levava montanha acima. Quando chegamos no topo, não era muito difícil identificar aqueles mantos negros com o característico R vermelho.

Escondidos, escutamos um pouco do que conversavam e Romero achou que não teríamos como entrar furtivamente. Precisaríamos dar as caras e iniciar um confronto. Meus olhos estavam o tempo todo observando os flutuantes que pareciam fazer uma ronda pelos arredores. Inclusive, antes de concordar com o homem, liguei a Pokédex e bloqueei sua saída de áudio com o polegar.  

— Não temos outra opção - disse, liberando Órion de sua esfera.

Revelei-me, também saindo de trás daquela rocha e fixando meu olhar na dupla de malfeitores. Pedi então ao sol que usasse seu Rock Tomb sobre eles. Talvez o rochoso conseguisse os prender com a gama de pedras e impedir uma reação mais alarmante de sua parte. Não queria chamar a atenção de quem supostamente estava escondido no interior daquela gruta, afinal. O curioso era como eu estava calmo diante daqueles homens que deveriam deixar-me nervoso. Fora os pensamentos acerca do Rocket Admin, havia bastante tranquilidade em minha fala e ações. Estaria eu me habituando ainda mais aos momentos de perigo? Hmm... Quem sabe?!
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Sex Ago 14, 2015 8:21 pm

Narração
Clima: Extremamente frio, nevando. | Post: 04.
08:16 AM

No sigilo, a Pokédex de Estefan registrou os dados daquela dupla de flutuantes:


Magnemite
"Magnemite floats in the air by emitting electromagnetic waves from the units at its sides. These waves block gravity. This Pokémon becomes incapable of flight if its internal electrical supply is depleted."

E então, foi naquela brecha que Estefan atacou junto de Órion.

O Solrock levitou a frente, saindo de trás daquela rocha junto da dupla de Piloswine e então fizeram um combo, que não teve nada combinado. Enquanto as rochas tombavam da entrada da caverna e eram arremessadas contra os Magnemites, os Piloswines enviavam um vento gélido contra os alvos. Assim que o Rock Tomb cobriu os Pokémon, o gelo do Icy Wind fez o resto em prender-lhes ali na tumba por um tempo.

— Ma-ma-mas que ul-ul... Traje! O gago colocou-se a frente, visivelmente enfurecido pelo ato de Romero junto do policial. O homem de vestes pesadas deu passos a frente.

— Estefan, você acha que consegue seguir sozinho...? Eu cuido desses aqui. Os Magnemites emitiam uma luz de dentro da tumba, esta que logo começava a se rachar aos poucos: um Flash Cannon.

Ambos os guardas estavam ocupados com Romero, era uma oportunidade perfeita para que o loiro seguisse em frente.

att @ sa!




avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Sab Ago 15, 2015 2:35 am


Missão Policial
Resgate nas Cordilheiras


H
avíamos feito, mesmo que não intencionalmente, um bom trabalho em equipe. Contudo, aquela prisão de pedras e gelo que acabou os prendendo não seria o suficiente para os conter por muito tempo. Podia notar um brilho metálico se formando no interior daquilo; provavelmente algum ataque de sua parte. Romero, bastante esperto, aproveitou a oportunidade e propôs um plano básico.

Estava um pouco receoso de deixá-lo ali sozinho a mercê da dupla, mas acreditava que em sua idade devia portar alguma experiência. Liberei Chase de sua pokébola e recebi um olhar carregado de determinação. Ele estava mais do que pronto para entrar em ação mais uma vez.

— Tome cuidado.

Foi tudo o que disse ao dono original daquela base secreta antes de passar pela sua entrada. O Buizel e eu caminhávamos com cautela, seguindo Órion que flutuava a frente. Curioso fora que, pela primeira vez, o rochoso mostrara uma habilidade bastante útil. Vez ou outra ele simplesmente fazia um movimento rotativo, e como consequência, seu corpo brilhava! A luz não era assim tão forte, mas era o suficiente para clarear o trajeto momentaneamente. Embora o sol agisse de maneira séria e indiferente o tempo todo, sabia que ele gostava de mostrar seu poder e utilidade. Era bastante orgulhoso, no fundo.

— Formidável, Órion - elogiei, sussurrando.


Habilidade do Solrock retirada das informações na Pokédex

avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Sab Ago 15, 2015 8:24 pm


Narração
Rota 09 — Estefan
Estefan liberou Chase para que seguisse na missão consigo, e então, deu o aviso de cuidado a Romero, este que sorriu com a preocupação do loiro e apenas assentiu com a cabeça. Provavemente o homem não era de fazer muitos amigos... Enfim.

— A-a-ah m-mas não vai mes-mesmo! O gago até tentou colocar-se a frente do policial, mas Chase deu uma bela de uma banda usando sua cauda dupla para tal. As pernas do homem depois de laçadas foram facilmente puxadas pelo lado, fazendo com que o peso de seu corpo viesse a tombá-lo pelo lado contrário. Com isso, o grupo passou por cima do homem sem muita dificuldade.

A tumba de rochas se partiu.

O policial percebeu um clarão atrás de si assim que entrou dentro da caverna, mas quando olhou para trás, rochas soltavam do teto e bloqueavam a entrada. Provavelmente alguma tática que Romero tivera de impedir que aqueles Rockets voltassem à base e acabassem com toda a missão do garoto. Ali dentro, notaram um pequeno corredor rochoso, estava abafado. O frio que invadia o local pela entrada da gruta era bloqueado por inúmeras rochas, e isso deixava o ambiente também escuro. Não foi um problema assim que Solrock dispôs de um brilho natural enquanto vez ou outra espiralava seu corpo; era um brilho fraco, mas ao mesmo tempo iluminava o suficiente em uns metros quadrados. Chase parecia bem orgulhoso do parceiro por ter se mostrado tão útil e até dirigiu um elogio, que foi completamente ignorado pelo rochoso.

Seguiram o caminho do corredor até subirem umas escadas e ficarem de frente a uma porta enorme de metal, mas, por sorte, estava levemente entreaberta. Os guardas provavelmente não deveriam estar de prontidão há muito tempo, e por isso não fecharam a entrada. Estefan puxou a porta calmamente, botando parcialmente seu rosto dentro do cômodo para ver o que havia ali.

Aquele então era o escondeijo.

Um salão rochoso com algumas estalactites no teto, uma fogueira apagada no centro e tochas ainda acesas presas nas paredes. Sem notar algum perigo, o criador entrou junto de ambos os seus Pokémon e então analisou todo o local: algumas ferramentas caídas no chão, uniformes aqui, algumas armas como revólveres, redes lançáveis e até mesmo chicotes em outros cantos... Uma sala cheia de provas que encriminariam qualquer um.

— Mas eu te disse, aquela Tatty não servia pra nada. O que ela tem de barraqueira também tem de inútil. Uma voz feminina ecoava do corredor que dava a diversas portas mais a frente. O loiro escondeu-se junto de seus Pokémon atrás de uma pedra que servia de mesa repleta de armas.

— Soube que perdeu um olho... Bem feito! Ai, ainda não acredito que ela vazou informações? Uma tremenda “x9”! Outra voz feminina, mas essa um pouco mais estridente.

Solrock esforçava-se para se esconder atrás daquela rocha, já Chase estava jogado ao chão e tentando ficar de olho na cena. Quando chegaram no salão, perceberam a porta aberta e o repentino frio que havia ido embora.

Checaram a entrada da gruta pela porta, e perceberam-na fechada.

— Mulher, A entrada foi barrada! Estefan esgueirou-se pela esquerda e percebeu a mulher de cabelos azuis e encaracolados que caíam sobre seus ombros. A outra tinha cabelos rosados que eram divididos em duas “chuquinhas”. Ambas eram trajadas com o uniforme Rocket e tinham uma boina sobre a cabeça.

— Espero que aqueles dois tenham morrido na queda dessas pedras. Mas... A de cabelos rosados visivelmente mais séria, procurou ao redor algo de estranho. Vualá: Chase nunca conseguiria esconder aquela sua cauda atrás da rocha. A feição da moçoila fechou-se em indignação. — Intrusos! Levou a mão até a cinta, retirando de lá uma Rocket Ball e a lançando.

— Mas oi? Onde? A de cabelos azuis foi situada logo depois. A esse instante, o Buizel já se encontrava de pé sobre a mesa, tendo derrubado algumas armas. Enquanto isso, Órion flutuava ao seu lado, atento às movimentações alheias. — Vamos avisar pro Jeremy, depressa, Ludy! Liberou seu Pokémon também.

Enquanto o da de rosa era um bípede com uma esfera azulada na ponta da cauda, a da de azul era um bípede com olhos nada expressivos e um sorriso abobado na face.

— Como sempre, uma tola. Acorda, Caty; podemos ser promovidas se levarmos esse daqui até lá enjaulado, ou então roubar esses Pokémon preciosos... Não vejo um Solrock há um bom tempo. Bem séria, a outra parecia ser a cabeça da situação atual. Nem é preciso dizer que a de azul — agora denominada como Caty — deu sua melhor risada e bateu palmas, tirando sarro da situação.

Diferentemente de Tatty, ambas pareciam bem mais experientes, e pelo jeito que falavam, estavam próximas de serem promovidas. Como Estefan reagirá?





avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Dom Ago 16, 2015 1:15 am


Missão Policial
Resgate nas Cordilheiras
Meus olhos encontraram os de Chase, ambos nós concordando sobre o fato de que não seria nada fácil derrotar aquelas duas. O aparelho eletrônico que registrava as informações dos Pokémon fora ligado naquele mesmo momento. Precisava saber o nome e tipo daquelas criaturas liberadas para depois pensar em como combatê-las. Quando a Pokédex terminou seu trabalho, meu parceiro e Órion pareciam prontos para entrar em ação. Infelizmente, usá-los era de longe a pior das opções de acordo com suas fraquezas. Rapidamente, meus olhos atentos analisaram a cena, as Rocket's, seus Pokémon... Bingo!

— Órion, guarde o corredor por onde elas vieram.

Sabia que apesar de apreciar lutas, o rochoso atenderia a meu pedido imediatamente. Não fazia o tipo desobediente, apesar de sua natureza. Precisava que ele se ficasse ali, de prontidão caso mais alguém aparecesse. A dupla feminina encontrava-se em frente a porta de metal pela qual eu passara, estando de algum ponto de vista otimista, encurraladas. Voltei-me a Chase, então.

— Parceiro, vigie essa mesa com as armas. Não deixe que elas se aproximem.

E dito isso, dei alguns passos a esquerda, afastando-me daquela pedra. Estava agora frente a frente com as malfeitoras. O corredor de onde elas surgiram se localizava atrás de mim, assim como o sol. Chase, à minha direita, assistia a tudo com seus olhos apurados, pronto para agir se fosse necessário. Por fim, tomei duas esferas em mãos e liberei a dupla que me ajudaria na parte da batalha.

O Makuhita apareceu já chocando seus punhos. Numel por sua vez, inseguro como de costume, olhou os inimigos com as órbitas carregadas de medo. Suas olheiras tornavam sua aparência ainda mais inofensiva, qualquer um pensaria que um único espirro seria o suficiente para o espantar. Mas não com eu ali.

— Pompeii, preciso de você mais uma vez, amigão. Não se preocupe, sei o quanto você é forte.

Colosso concordou, tocando seu dorso com uma das mãos rechonchudas em sinal de apoio. Buizel bradou algo em sua língua, e isso foi o suficiente para encorajar o camelo a lutar. Conquistara sua confiança mais uma vez, precisava somente mantê-la e o fazer acreditar que ficaria bem no fim de tudo. Como incentivo, rapidamente retirei duas Sitrus Berry do bolso lateral da minha mochila e as lancei uma para cada. Disse então que as segurasse para caso de necessidade, proferindo em seguida o que queria que fizessem.

— Colosso acerte o azul com o Fake Out! Pompeii, se fortaleça com o Focus Energy.

O plano inicial era fazer com que o aquático não conseguisse usar algum movimento. Sem dúvidas um ataque seu ao Numel seria bastante prejudicial. E sabendo disso, uma nova ideia veio a mim.

— Precisamos trabalhar em equipe. Fiquem próximos. Se o azulado agir, Colosso, proteja o Pompeii. Caso o rosado faça algo, Pompeii, será sua vez de ajudar o Colosso.

Um conseguiria sair ileso de supostos ataques elétricos. Já o outro, não sofreria tantos danos caso se tratasse de um movimento Water. Meus olhos de cores divergentes miraram Caty e Ludy, carregados de uma confiança que conseguira reunir enquanto arquitetava o plano. Não podia passar a elas sequer por um segundo a impressão de fraqueza. Tinha de as fazer acreditar que lutavam com alguém de igual pra igual, muito embora seu nível estivesse supostamente acima do meu.
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Dom Ago 16, 2015 4:11 pm


Narração
Rota 09 — Estefan
E então, a Pokédex de Estefan fazia seu trabalho em reconhecer aquelas duas espécies.  Ludy bufou com o ato: parecia ter nojo daquele dispositivo, já Caty, ficou toda entusiasmada e seus olhinhos brilharam. Não porque achou bacana ou algo do tipo, mas sim por ser uma rara peça.



Flaaffy
”Flaaffy's wool quality changes so that it can generate a high amount of static electricity with a small amount of wool. The bare and slick parts of its hide are shielded against electricity.”


Quagsire
” Quagsire hunts for food by leaving its mouth wide open in water and waiting for its prey to blunder in unaware. Because the Pokémon does not move, it does not get very hungry.”

— Blábláblá. Caty, deixe-me agir primeiro, sim? A de cabelos azuis pareceu ficar emburrada, ou só fingiu, e então enrolou uma mecha de seus cabelos azulados num dedo. — Flaa...

Colosso interrompeu tudo e a todos quando recebeu aquela veloz ordem de Estefan. Saltou nas rochas provenientes do campo de batalha e então aterrissou com ambos os pés em cima da cabeça do Quagsire, que ainda tentou pegá-lo, mas lento de natureza, contentou-se em cair no chão numa posição patética. O Makuhita voltou a sua posição inicial.

Pompeii, o Numel mostrou-se bastante inseguro no começo, mas com seus parceiros bradando-lhe palavras de confiança, conseguiu reunir energia em seu corpo canalizando-a ao seu redor e formando um tipo de camada avermelhada no Focus Energy. Caty sempre tão infantil batia palmas com a cena.

— Vamos roubá-los, mulher! E então, vamos metê-los nas jaulas! Hihihi E chegava até mesmo a dar pulinhos.

— Sem histeria, Caty. Flaaffy, siga com seu Cotton Spore. A ovelha bípede então balançou seu corpo e apontou sua cauda para os oponentes. Os esporos de algodão que caíram de sua cabeça e corpo formaram-se numa rajada que seguiram em direção dos Pokémon de Estefan.

Tanto Pompeii quanto Colosso ficaram com o corpo coberto por aquele algodão que não sairia tão facilmente. Não eram muito grandes, mas o suficiente para atrapalhar seus movimentos na batalha e reduzirem a velocidade.

Ludy parecia ter tudo sobre controle.

— Agora vamos com um Charge. A Flaaffy então envolveu seu corpo com uma carga elétrica. A eletricidade estalava ao seu redor, a bola  azulada no ponto de sua cauda era energizada pela carga carregada ao seu redor, e logo tornara-se completamente amarelada.

— Adoro quando você faz isso? Elogiou a parceira, mas recebeu apenas o silêncio em resposta.


Quagsire M
LV 19
HP 91%
Considerações --


Flaaffy F
LV 19
HP 100% (Charge Carregado)
Considerações --

VS


Pompeii M
LV 16
HP 100%
Considerações - 2 Speed


Colosso M
LV 19
HP 100%
Considerações - 2 Speed

Estefan já tinha notado que estava numa luta de igual pra igual. Sentira a mesma adrenalina que sentira na batalha contra Enots, em pewter, ou até mesmo com Misty, no ginásio de Cerulean.

Mas agora era diferente.

Sua vida, seus Pokémon e outros Pokémon estavam em jogo. Era muito além do que apenas uma batalha; uma missão. Órion mantinha guarda  no corredor que as Rockets haviam vindo, tal como Chase se postava sobre a mesa de armas e equipamentos.

— Agora é minha vez... Water Gun nesse camelinho! Ordenou a de cabelos azuis.

Discharge. Ambas pareciam muito convictas da vitória. Estaria a dupla subestimando o policial?





avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Pietro em Dom Ago 16, 2015 4:52 pm


Missão Policial
Resgate nas Cordilheiras
Ludy era a mais inteligente. Logo tratou de garantir que meus Pokémon não pudessem cumprir a ordem de movimentação lhes dada. Aquele algodão deixaria ambos lentos e impediria que tomassem a frente um do outro conforme eu havia pedido. O modo como falavam e pareciam ter toda a situação sob seu controle quase deixava-me nervoso. Somente mantinha a calma por saber que tudo ali dependia do meu desempenho em união aos dois que lutavam por mim.

— Pompeii, preciso do Magnitude! Use as estalactites do teto cuidadosamente.

Era arriscado, mas devia mostrar as duas que não tinha receio de coisa alguma. Tudo fazia parte de um plano psicológico para que a dupla não pensasse que eu era o rato naquele covil. Girei meu pescoço para a direita, olhando Órion de esguelha. Esperava que ele se lembrasse do que fizera no Mt. Moon e estivesse pronto para ajudar com seus poderes psíquicos caso alguma rocha viesse a ceder sobre o nosso lado.

— Colosso, desfira um outro golpe no Quagsire. Use o Force Palm dessa vez!

O jogo por trás daquele ataque baseava-se na tentativa de deixar o aquático paralisado. Se conseguisse, sua velocidade também seria reduzida e a batalha voltaria a tornar-se balanceada, pelo menos nesse quesito.

— Tatty também estava muito convicta de sua vitória - comentei em tom sarcástico.

Não passava de uma provação. Talvez a mais enérgica das duas acabasse por cair nela.
avatar
Pietro
Narrador
Narrador

Mensagens : 834
Poké Points : 3386
Idade : 22
Localização : Senzala

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Zero em Ter Ago 18, 2015 1:42 pm


Narração
Rota 09 — Estefan
Bateu o tambor forte hein? Saiu logo Magnitude 10 e ainda deu critical nos dois oponentes.

E então, a Flaaffy, agora Pokémon mais rápida no campo de batalha acatava às ordens de sua dona e descarregava toda a eletricidade na esfera de sua cauda pelo corpo. Os choques iam tomando proporções incríveis, muito maior do que tomariam normalmente. E então, depois de comprimir toda aquela energia elétrica em seu corpo, a dispersou.

A eletricidade fora tamanha que chicoteava o ar ao redor, quebravam estalactites e até mesmo rochas ao redor do salão rochoso. Chase foi rápido em esconder-se e desviar de uma carga elétrica que por pouco não lhe atingiu, Estefan não passou perigo, nem mesmo Órion.

Quagsire e Numel não sofreram perigo algum; eram completamente imunes àquele ataque, e receberam as descargas elétricas sem pestanejar. Já Makuhita, não teve a mesma sorte... Foi ao chão com a eletricidade que consumiu seu corpo ampliada pelo Charge usado anteriormente e até mesmo ajoelhou-se.

— Isso, muito bem... Murmurou Ludy, ainda com aquele olhar sério para com os oponentes.

— Tatty? Haha! Aquela lá era uma mulamba! Aquele Pokémon dela fedia horrores. Tanto quanto ela, afinal, hihihi. E então, bateu palmas assim que toda aquela eletricidade emanada pelo Pokémon rosado parou.

Foi a brecha para que o Quagsire viesse a utilizar um Water Gun diretamente contra Numel. A rajada de água não tinha lá muita potência, mas o que lhe deu uma bonificação no dano fora justamente a desvantagem dupla que o pequeno corcunda levava. Arrastado até a parede, Pompeii sofreu com a pressão da água contra seu corpo. Mas quem disse que isso o abalou? Diante de tudo e de todos, e mesmo enfrentando suas inseguranças pessoais, encontrou um porto seguro na voz de Estefan que transpassava segurança e apenas agiu.

Abriu seus olhos e mostrou estar mais confiante do que nunca! Bateu suas patinhas dianteiras no solo e então o chão pôs-se a tremer. Algumas rachaduras saíam da sua posição e passavam pelas paredes, fazendo finas fissuras e que quase não eram notadas, mas que, quando chegaram ao teto... Uma demolição!

Rochas com estalactites caíam sobre Flaaffy e Quagsire, nem mesmo Makuhita escapou. Solrock, muito sucinto, tratou de usar seu Confusion e salvar algumas rochas que caíam sobre Estefan ou Chase, e conseguiu com sucesso. No fim do ataque, as pedras congeladas presas ao teto já haviam se soltado, e tanto Ludy quanto Caty tinham se afastado bastante de suas posições iniciais. Eram, sem dúvidas, ótimas agentes e tinham uma boa disposição física para missões.

Flaaffy, coitada, levantou com diversas feridas pelo corpo e quase não se aguentando em pé. Quagsire a ajudou a ficar levantada, ainda que este não mostrasse ter sofrido tantos danos assim. Quando se perguntaram por Colosso, este já estava camuflado entre as rochas e preparando seu ataque após ter recebido a ordem do Policial. Sua palma direita era canalizada com uma enorme energia, e então, despejada inteiramente contra as costas do Quagsire. O aquático fora lançado longe pelo movimento e bateu suas costas contra uma rocha bem pontiaguda, por sorte não teve ferimentos graves.

— Parece que alguém aqui sabe lutar... Ludy apesar de tudo mantinha-se da mesma forma.

— Ah não. Ainda não acabou! Caty saltava e parecia não aceitar que o jogo tinha virado por...

Sorte? Bem, Pompeii não parecia levar uma vida carregada de sorte... Habilidade, sim, talvez isso defina melhor.


Quagsire M
LV 19
HP 49%
Considerações --


Flaaffy F
LV 19
HP 18%
Considerações --

VS


Pompeii M
LV 16
HP 68%
Considerações - 2 Speed


Colosso M
LV 19
HP 22%
Considerações - 2 Speed






avatar
Zero
Fundador
Fundador

Mensagens : 4221
Poké Points : 11605
Idade : 17

Ver perfil do usuário http://pkeliterpg.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #Chapter 10 - Estefan

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum